Soluções para BREF para usinas de combustão de grande porte

O que é BREF?

Os regulamentos europeus de BREF exigirão que todas as usinas de combustão de grande porte cumpram os limites mais rigorosos de emissões atmosféricas até 2022. Isso inclui limites para mercúrio (Hg), dióxido de enxofre (SO2), óxidos de nitrogênio (NOx) e material particulado (MP).

A hora de agir é agora. Escolha a Babcock & Wilcox (B&W), líder no setor em oferecer um conjunto completo de opções e tecnologias para enfrentar esses desafios. Temos a experiência técnica, o conhecimento e a responsividade comprovados para ajudar você a diminuir as emissões atmosféricas a níveis aceitáveis.

Nossa vasta experiência no cumprimento de uma ampla gama de regulamentos atmosféricos nacionais em usinas de energia nos Estados Unidos inclui planejamento de implementação em grande escala, desenvolvimento de sistemas e execução de projetos.

Além disso, nossa experiência com o desenvolvimento de caldeiras e os fundamentos da combustão nos torna exclusivamente qualificados para pensar em como cada solução ambiental afetará o desempenho e o funcionamento dos equipamentos existentes das usinas elétricas.

Experiência da B&W com normas nacionais


U.S. EPA Clean Air Interstate Rule (CAIR)

  • principalmente tecnologias de SO2
  • e NOx: purificadores úmidos e semissecos e SCR
  • 4 anos para cumprir
  • A B&W abastecia de 20 a 25% do mercado

 


U.S. EPA Mercury and Air Toxics Standards (MATS)

Soluções para controle de emissões

Controle de mercúrio

A B&W está envolvida ativamente em sistemas de controle de mercúrio desde o início da década de 1990. Temos várias soluções focadas na integração de muitas tecnologias com outros sistemas de controle da qualidade do ar que podem já existir em uma usina elétrica:

  • O sistema de aditivos para combustíveis MercPlus™ criado para reduzir ainda mais as emissões de mercúrio e minimizar o uso de carvão ativado em pó (CAP) em usinas de energia que usam carvão com baixo teor de cloro. 
  • O sistema Absorption Plus (Hg)™ foi criado para inibir a reemissão de mercúrio e aumentar o mercúrio total capturado e retido em um sistema de FGD por via úmida.
  • O aditivo para combustíveis Mitagent™ possibilita um uso menor de haletos para obter a mesma fração oxidada de mercúrio no gás de combustão.

Essas tecnologias podem ser combinadas com a injeção de CAP ou até mesmo substituí-la, reduzindo, assim, o volume de CAP necessário para alcançar os níveis obrigatórios de emissão de mercúrio.

Ao compreender a inter-relação entre as várias tecnologias, bem como os benefícios associados obtidos com outros sistemas de controle da qualidade do ar, nossas soluções podem cortar custos significativos durante a vida útil da fábrica.

Sapata para injeção e tanque de armazenamento do sistema MercPlusTM (Hg+)

Controle de NOx

Queimadores e sistemas de combustão com baixo teor de NOx Desde 1971, a B&W forneceu mais de 157.000 MW de capacidade de combustão com baixo teor de NOx (mais de 10.600 queimadores) em aplicações de caldeiras novas e retroajustadas. Nossa tecnologia de queimador com baixo teor de NOx foi aplicada com sucesso em unidades com diferentes características de combustível e estruturas de caldeiras.

Nossos designs mais recentes e mais avançados, o queimador DRB-4Z® e o queimador AireJet®, oferecem uma capacidade significativa de redução de NOx em toda a linha de configurações de caldeiras, combustíveis sólidos e padrões de queima de combustão. A construção reforçada oferece confiabilidade e operação mecânicas superiores.

Sistemas de redução catalítica seletiva (SCR) – Os sistemas de SCR pós-combustão da B&W são instalados em quase 33.000 MW de capacidade de geração, incluindo instalações das duas caldeiras novas e aplicações de retroajuste. Os designs personalizados oferecem um pacote de SCR abrangente e integrado que considera o design do reator, o trabalho de combustão, o tipo de catalisador e a limpeza, o manejo das cinzas, o controle de temperatura, a injeção de amônia, o design do misturador, os sistemas de controle e o equilíbrio dos equipamentos da fábrica.

Controle de SO2

Sistemas de secagem por atomização – são licenciados pela B&W da GEA Process Engineering A/S para o processo de secagem por atomização (SDA) GEA Niro. Nossos clientes são beneficiados pela alta eficiência na remoção de SO2, alta disponibilidade do sistema, baixos custos de capital e baixos custos de operação e manutenção, assim como pela captura inerente de mercúrio oxidado.

Sistemas de dessulfuração de gases de combustão a seco – são a solução da B&W para alcançar alta remoção de SO2 e HCl e disponibilidade do sistema em caldeiras que queimam combustíveis contendo qualquer nível de enxofre. Várias configurações estão disponíveis para cumprir as exigências da fábrica.

Nosso processo de oxidação forçada de calcário melhora a operação do purificador enquanto produz um material derivado de gesso comercializável com baixas exigências de descarte de resíduos.

Sistemas de injeção de sorventes a seco (DSI) – oferecem uma solução de baixo custo para capturar gases ácidos, seja separadamente ou de forma combinada. Quando usados exclusivamente para controle de SO2, os sistemas de DSI são ideais para caldeiras a carvão (normalmente menos de 300 MW), caldeiras a biomassa e aplicações industriais. Em unidades maiores, os sistemas de DSI também podem ser utilizados para controle de HCI ou SO3 quando combinados com outras tecnologias de controle de emissões gasosas.

Sistema de dessulfuração de gases de combustão (FGD) por via úmida

Controle de material particulado

Filtros de tecido A B&E oferece controle econômico de emissões de particulados e opacidade com nossas comprovadas tecnologias de filtro de tecido por jato pulsante. A integração de filtros de tecido com nossas tecnologias de injeção de sorventes e FGD oferece alta eficiência de remoção de poluentes atmosféricos em várias aplicações.

Fornecemos alguns dos maiores filtros de tecido do mundo. Recursos de design inovadores, tais como tecnologia de manga de tamanho grande, dispositivos de distribuição de gás e poeira integrais, assim como a capacidade de manutenção on-line, proporcionam benefícios de maior confiabilidade enquanto obtêm menos emissões.

Precipitadores eletrostáticos a seco – a experiência da B&W com controle de particulados começou com a instalação do primeiro precipitador eletrostático (ESP) nos Estados Unidos em 1907. Nosso ESP a seco combina as vantagens da máxima eficiência de coleta e dos baixos custos operacionais e de manutenção com vasta experiência nas aplicações.

Precipitadores eletrostáticos por via úmida – Como filtro final, o ESP por via úmida da B&W oferece as emissões gerais mais baixas de particulados finos e névoa ácida. Nosso sistema de ESP por via úmida utiliza lavagem intermitente e contínua para limpeza eficiente. Oferecemos um design de ESP por via úmida robusto, totalmente em liga, e temos experiência na seleção dos materiais adequados. Os benefícios do sistema incluem baixos custos operacionais e de manutenção, além de design independente flexível que pode ser integrado com outros dispositivos de controle da poluição.